26 de março “Dia Nacional de Paz, Vida e Justiça”, e Nacional Asueto

Durante o plenário na quarta-feira, 11 de março, sem o apoio da Parte de Areia, com 44 completos legislativos aprovados, declarando em 26 de março de cada ano, como “Dia Nacional de Paz, Vida e Justiça”.

A iniciativa foi apresentada pelos ministros da governança e segurança pública, Aristides Valência e Benito Lara, respectivamente; e a secretária de governança e comunicações, Hato Hasbún, que ressaltou que o projeto foi acordado no Conselho de Segurança do Cidadão Nacional e na coexistência, a fim de aumentar a consciência entre a população sobre a importância de trabalhar em conjunto nos objetivos que foram estabelecidos esta entidade Para promover o diálogo e os entendimentos para a promoção de políticas públicas sobre segurança cidadã.

O grupo parlamentar FMLN através do vice Norma Guevara, coordenador da referida fração legislativa, reiterou o apoio às iniciativas governamentais e externado que dando o País O “Dia Nacional de Paz, Vida e Justiça”, é uma das ações que devem ser promovidas para a coexistência social na busca pela paz em nosso país e também, “para que este dia as pessoas possam expressar sua vontade, sua Esperança e dar o esforço a favor de cumprir uma estratégia que nos leva como um país em maiores níveis de segurança “, expr Foi vice-guevara.

Vale ressaltar que a medida aprovada é dada na atenção para o convite feita pelo Presidente da República Salvadora Sánchez Cerén em fevereiro passado, em que ele chamou a população salvadorina para se juntar à ” grande mobilização para a paz, vida e justiça “programada para 26 de março, como uma forma de manifestação contra a violência e insegurança que afeta a nação.

” Como um governo, estamos comprometidos em dar apoio e instalações para que Todas aquelas pessoas que querem mostrar sua vontade de lutar pela paz também são mobilizadas, e que o país vê que somos mais que queremos paz e coexistência “, disse o chefe do estado de Salvadoran, o mês mencionado mensal.

Neste contexto, a Assembleia Legislativa através do Decreto Aprovado também estabelece também em 26 de março de 2015, como assuntos pagos para funcionários públicos, municipais, privados e de comissão, executivo hidrelétrico do rio Lempa (CEL), Porque é a primeira vez em que “dia para a vida, a paz e a justiça” serão comemorados e a população pode participar da marcha pediu em 26 de março.

É excluído dos trabalhadores dos trabalhadores do Ministério de Saúde, do Instituto Salvadorano de Segurança Social e da Polícia Civil Nacional (PNC), devido aos serviços de saúde e segurança pública prestados à população. Da mesma forma, os funcionários do Ministério das Finanças que, a critério do titular do referido portfólio estatal, é necessário abordar o cumprimento das obrigações fiscais.

O vice-presidente do Parlamento, disse Sigfrido Reyes, disse Que a medida é um ato de “compromisso com a segurança dos cidadãos, com paz e harmonia que deve existir na nação, onde certamente o primeiro dia que isso é feito, terá a novidade de uma enorme expressão social exigindo segurança e paz” , disse o legislador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *