maitotoxina mtx (Português)

maitotoxina

Maitotoxina (ou MTX) é uma toxina extremamente poderosa produzida por Dinoflagellade Gambierdiscus Toxicus, que foi nomeada a partir do Peixe Ciguater Ctenochaetus Striatus, chamado” Maito “em Taiti, da qual foi isolado pela primeira vez. Como outras toxinas marinhas, a maitotoxina se acumula em diferentes órgãos de peixe, mas suas concentrações não são altas o suficiente para causar problemas em humanos quando consumidos. A maitotoxina estimula o movimento de íons ca2 + através de biomembranos, ativando os canais de cálcio criando mudanças poderosas nas concentrações intracelulares de CA2 + nas células de uma ampla variedade de organismos. Como conseqüência para a despolarização das membranas, a maitotoxina pode produzir vários efeitos, como secreção de hormônios e neurotransmissores; Quebra dos fosperinos e ativação de canais CA2 +. Quando injetado intraperitonealmente, eles são mais tóxicos que os ciguatoxinas; No entanto, eles são 100 vezes menos poderosos oralmente comparados com ciguatoxinas.

Informações básicas

  • ref. 131-19011
  • Tamanho do produto: 10 ug
  • Fabricante: Fujifilm Wako Pure Chemical Corporation
  • Condições de armazenamento: Mantenha um -20 * c
  • Aplicação: Análise de toxinas marinhas

MTX é o maior composto orgânico natural conhecido até agora:

MTX é o maior Composto orgânico conhecido até agora

Descrição do produto

Precauções ao usar este produto:

  • substância altamente tóxica. Obter luvas de proteção e um respirador para evitar contato e inalar este produto.
  • Não pipete este produto com a boca, use dispositivos de pipeta de segurança.
  • após o uso, limpe muito bem os instrumentos Usado e inativar a solução de toxina com HCl 1N.
  • apenas para uso de pesquisa. Não administre este produto para humanos

  • Solventes recomendados: Metanol, 90% de solução aquosa de acetonitrilo, DMSO.
  • Toxicidade: LD50 (mouse intraperitoneal): 0,05 microg / kg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *